07/03/2021

CONEXÃOJARU

CONECTADO COM VOCÊ(69)984310175

Testes rápidos de Covid-19 são furtados em Guajará-Mirim, RO: foram mais de 200

Segundo o hospital, uma caixa do exame custa em média R$ 1 mil. Secretária de Saúde da cidade ainda não informou como vai atuar para renovar o estoque.

uma caixa do exame custa em média R$ 1 mil.  — Foto: Reprodução/EPTV

Uma caixa de reagentes de exame laboratorial, do tipo PCR, utilizados para detecção de processos inflamatórios, dentre eles a Covid-19 foram furtados do Hospital Regional Perpétuo Socorro, em Guajará-Mirim (RO). Segundo a Polícia Militar (PM), um funcionário responsável pelo controle de medicamento do hospital acionou a polícia na tarde da última terça-feira (9), para relatar sobre o furto.

De acordo com o funcionário, sentiram falta dos exames quando a equipe de plantão do hospital foi fazer uso do material. A unidade teria recebido, no dia 29 de janeiro, duas caixas do material. Cada caixa contém frascos que podem ser feitos até 200 exames do tipo PCR, e uma delas foi furtada. Segundo o hospital, uma caixa do reagente custa em média R$ 1 mil.

O caso está sendo investigado pela Delegacia da Polícia Civil de Guajará-Mirim. A Secretária de Saúde da cidade ainda não informou como vai atuar para renovar o estoque.