Ministro do STF manda bloquear apartamento do senador Valdir Raupp

Bloqueio de duplex em Brasília foi determinado no âmbito da Operação Lava Jato. Procurado, Raupp avaliou decisão como ‘equívoco’ de Fachin e afirmou que imóvel é da esposa dele.

O ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o sequestro e a indisponibilidade de um apartamento duplex em Brasília que pertence ao senador Valdir Raupp (PMDB-RO).
O bloqueio foi determinado no âmbito de um inquérito relacionado à Operação Lava Jato que investiga o parlamentar. O objetivo, segundo investigadores, é garantir eventual ressarcimento aos cofres públicos se Raupp for condenado.
Procurado, Raupp avaliou em nota como um “equívoco” a decisão de Fachin. Segundo o senador, o apartamento não é dele, mas, sim, da esposa, a deputada Marinha Raupp, que financiou o imóvel em um banco por 20 anos e ainda faltam cerca de 10 anos para quitar o apartamento.
A decisão de Fachin foi informada ao 2º Cartório de Registro de Imóveis de Brasília no último dia 10 de maio, mas só tornada pública agora.
O ministro retirou, nesta semana, o segredo de Justiça do caso, vinculado a uma ação penal contra o senador.
Raupp é réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro e é acusado pelo Ministério Público de ter recebido propina de R$ 500 mil por meio de doação oficial para a campanha dele ao Senado em 2010.
Também são réus nessa ação penal um cunhado do senador e uma ex-funcionária de Raupp.

O comentário não representa a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.